O Centro Espírita Caridade e Fé realizou na noite da última sexta-feira, sessão solene de lançamento do Projeto Centenário Maria Dolores Aguiar, fundadora e grande colaboradora desta Casa Espírita.

A prece inicial foi feita por Pedro Aguiar Filho, tarefeiro e filho de dona Dolores, que na ocasião também deixou uma mensagem para os irmãos encarnados e desencarnados, sobre o trabalho realizado no Caridade e Fé e como ele pode ser importante para a vida de todos quanto ao aprendizado necessário acerca do Evangelho.

A presidente do Caridade e Fé, Jeanine Sealligman, uma série de ações foram pensadas para comemorar os 100 anos. As atividades seguirão até o dia 14 de janeiro de 2023.

“Maria Dolores Aguiar é inspiração! Nenhuma das dificuldades de agora são comparadas as por ela enfrentadas em mais de 45 anos a frente do Caridade e Fé, lidando com os desafios que perpassava desde as limitações financeiras até as ideológicas que permeiam a sociedade que dita comportamentos ainda que inadequados”, ressaltou a presidente do Caridade e Fé.

Durante a solenidade, também foram exibidos os depoimentos de uma das filhas de dona Dolores, a senhora Maria do Rosário Cunha do Aguiar, como também do ex-presidente da Federação Espírita do Piauí, Lucimar Oliveira, amigo da homenageada.

Em Parnaíba, dona Maria Dolores atuou como tarefeira do Centro Espírita Humberto de Campos, fato lembrado pela senhora Rosário Lira. Ela também ressaltou a persistência da homenageada quando iniciou os trabalhos do Caridade e Fé.

O presidente do Conselho Fiscal do Caridade e Fé e filho de dona Dolores, senhor Assis Aguiar também prestou sua homenagem a mãe. Emocionado, lembrou das dificuldades vivenciadas e da importância de manter a casa como base para o Estudo da Doutrina.

Dona Zilda Aguiar, secretária do Caridade e Fé e filha da homenageada, apresentou o conjunto de ações que serão desenvolvidos no Projeto do Centenário Maria Dolores Aguiar

O vice-presidente do Caridade e Fé e presidente da União Municipal Espírita Samuel Aguiar, apresentou uma homenagem à avó, cantando uma música de composição de dona Maria Dolores.

Após as homenagens durante solenidade, a atividade foi encerrada com uma prece da neta da homenageada, Maria Dolores Neta.

Deixe seu comentario