História

Maria Dolores de Aguiar, nascida no Estado do Maranhão, no seu segundo casamento veio para a cidade de Parnaíba – PI, com sintomas de mediunidade aflorados procurou centros espíritas da cidade para consulta, passando a frequenta-los. Iniciou seus trabalhos na casa Espírita Humberto de Campos e ficou até o desencarne de seu marido, quando teve dificuldades de sair de casa para cuidar de seus filhos. Passou desde então, no ano de 1957, a realizar estudos do evangelho em casa, no Bairro de Fátima. A família se mudou para uma humilde residência na Rua Samuel Santos e com o passar do tempo as reuniões passaram a ser mais frequentadas. O espaço foi ficando pequeno e no local onde realizam as reuniões ela deu início ao Centro Espírita Caridade e Fé, no ano de 1980, no quintal da própria casa, em uma antiga oficina. No ano de 2000, por necessidades burocráticas, o Caridade e Fé que antes chamava-se Grupo Espírita Caridade e Fé, passa a intitular-se Centro Espírita Caridade e Fé, e em homenagem ao esposo e primeiro médium da casa, Maria Dolores estabelece a data de fundação como 15 de março de 2000.

 

Maria Dolores Aguiar
Fundadora do Centro Espírita Caridade e Fé

Diretoria

A primeira diretoria foi constituída por Maria Dolores Aguiar (Presidente), Teresa Cunha (Vice presidente), Vera Mendes (Secretária), Zilda Aguiar (Tesoureira) e Samuel Aguiar (Bibliotecário). Aos 82 anos, Maria Dolores, já fisicamente debilitada, passa a direção da casa a seu neto, Samuel Cunha de Aguiar, no ano de 2005, na época com 19 anos, ficando até o ano de 2012, quando em 2013, Zilda Cunha de Aguiar, sua mãe, assume a presidência.

No início do ano de 2020 foram nomeados os novos integrantes da diretoria, que trabalham com empenho para o crescimento da casa e atendimento à comunidade: